Pele Oleosa

Pele Oleosa

X
  • Pele oleosa
  • O que é a pele oleosa?
  • Problemas associados à pele oleosa
  • A evolução da pele oleosa ao longo dos anos
  • Produtos específicos para pele oleosa
Pele oleosa

Desde a adolescência a pele oleosa é o principal medo de quase todas as mulheres. No entanto, tenha cuidado! Períodos de alterações hormonais, como a gravidez ou a menopausa, podem trazer esse medo novamente! Porém, você não precisa se preocupar, pois existem produtos de cuidados dirigidos com a pele que tratam esse tipo de problema. Então, se você tem a pele oleosa, fique tranquila: as rugas certamente aparecem menos rapidamente e em menor número para você do que para suas amigas!

Leia nosso artigo que fala sobre ‘pele oleosa’ para conhecer nossos conselhos e explicações sobre esse tipo de pele.

Resumo
•           O que é pele oleosa?
•           Problemas associados à pele oleosa
•           A evolução da pele oleosa ao longo dos anos
•           Produtos específicos para pele oleosa

O que é a pele oleosa?

Uma pele é descrita como oleosa quando ela:

•           Tem uma aparência brilhante e oleosa;
•           Exibe poros que são levemente dilatados;
•           Possui um tom desigual;
•           É espessa;
•           É propensa a cravos.

Na realidade, poucas pessoas realmente têm a pele oleosa, ou seja, pele brilhante em todo o rosto. Um 'nariz brilhante' é de fato mais uma característica de uma pessoa com pele mista, na qual apenas a zona ‘T’ (testa, nariz e queixo) é afetada.

As causas
A pele normalmente é protegida por um filme hidrolipídico composto pela oleosidade e pelo suor. O sebo (oleosidade) produzido pelas glândulas sebáceas na epiderme, portanto, constitui uma barreira adequada contra as agressões externas. Às vezes, essas glândulas secretam esta substância em excesso, ou ela existe em uma quantidade acima do normal. Isto é chamado de hipersecreção sebácea, onde a pele tende a ser gordurosa e também explica por que as pessoas com pele oleosa tendem a ser aquelas com cabelo oleoso – o cabelo também tem glândulas sebáceas que causam a produção excessiva de sebo.

Fatores agravantes
Obviamente, você não pode fazer nada em relação ao tamanho e à quantidade de suas glândulas sebáceas, nem pode lutar contra as mudanças hormonais que acontecem em seu corpo durante a gravidez ou a menopausa, por exemplo. No entanto, há algumas boas notícias. Você pode lutar contra alguns fatores internos que intensificam o aspecto oleoso da pele, tais como:

Descubra também:
•           Problemas associados à pele oleosa
•           A evolução da pele oleosa ao longo dos anos
•           Produtos específicos para pele oleosa

Problemas associados à pele oleosa

As adolescentes não são as únicas a serem afetadas pela pele oleosa e seus problemas associados. Você também pode!

A menopausa, em especial, em função dos desequilíbrios hormonais que provoca, é uma fase que pode fazer com que a pele fique oleosa.

Este tipo de pele pode exibir imperfeições, como:
•           Cravos
•           Espinhas
•           Manchas

Imperfeições associadas à pele oleosa
O aparecimento das imperfeições começa com o acúmulo de sebo nos poros da pele. Um cravo ou uma espinha podem se desenvolver. Ele então pode ser invadido por bactérias, causando uma pequena infecção localizada, o início de uma acne.

Caso especial: Rosácea fulminante
Este nome imponente denota o súbito aparecimento de manchas purulentas no nariz, bochechas e queixo. Ocorre especialmente em mulheres jovens que têm pele oleosa.

Problemas secundários da pele oleosa
As imperfeições da pele oleosa não devem ser tocadas. Quando elas são friccionadas podem deixar vestígios e causar o aparecimento de pequenas cicatrizes, das quais você se arrependerá por muito tempo.

Descubra também:
•           O que é pele oleosa?
•           A evolução da pele oleosa ao longo dos anos
•           Produtos específicos para pele oleosa

A evolução da pele oleosa ao longo dos anos

À medida que envelhece, a pele tende a ficar desidratada. Ela perde a elasticidade, ganha rugas e ocorre um afinamento na espessura.

A pele oleosa, que é bastante espessa, produz quantidades excessivas de uma substância envolvida na manutenção da boa hidratação: o sebo. A desvantagem, obviamente, é que ele é muito desagradável.

Mas existe uma vantagem inegável para esta situação: este tipo de pele está mais bem protegido contra o ressecamento e, por isso, consegue se defender melhor do envelhecimento natural.

Boas notícias! Se você tem pele oleosa, normalmente, terá uma aparência que resistirá por mais tempo aos sinais do envelhecimento do que as mulheres com pele seca e pele muito seca. Suas rugas aparecerão muito mais tarde e, em geral, em uma quantidade muito menor. Os primeiros sinais de envelhecimento para mulheres com pele oleosa tende ser a flacidez.

Fatores que aceleram o envelhecimento da pele oleosa
O envelhecimento da pele é um processo natural. Ele é acelerado por fatores ambientais, como o tabaco, exposição prolongada e frequente ao sol ou uma dieta não balanceada. Deparando-se com essas agressões, a pele oleosa fica tão vulnerável como os outros tipos de pele.

Conclusão: mesmo o envelhecimento da pele sendo um processo inevitável, ainda é possível retardar seus efeitos. Tente levar um estilo de vida saudável usando produtos especialmente desenvolvidos para sua pele: você não se arrependerá!

Descubra também:
•           O que é pele oleosa?
•           Problemas associados à pele oleosa
•           Produtos específicos para pele oleosa

Produtos específicos para pele oleosa

Os produtos criados para a pele oleosa visam eliminar dois problemas principais: o aspecto brilhante e as imperfeições. De qualquer modo, contra todos os aspectos, a pele oleosa precisa ser hidratada e nutrida, pois ela é frágil, como os outros tipos de pele.

Hábitos que devem ser evitados
Evite a utilização de produtos para outros tipos de pele que não a oleosa, pois podem provocar um desequilíbrio nas características naturais da pele. Evite também a exposição prolongada ao sol, para que as manchas não fiquem acentuadas.

O sol também pode dar a impressão de equilibrar a pele, ao reduzir as imperfeições e torná-la mais clara. Mas os efeitos de longo prazo são muito diferentes! De fato, os raios solares causam um acúmulo de sebo, que desencadeia o aparecimento de novas manchas quando o bronzeado desbota. Por essa razão, lembre-se de se proteger com produtos – livres de óleo, é claro – durante todo o tempo em que você se expõe ao sol.

Pele oleosa: o que você pode fazer?
O ideal é criar bons hábitos que devem ser adotados todos os dias. Remover a maquiagem e limpar a pele de manhã e à noite. Lembre-se que a pele oleosa precisa de produtos, como:
•           Géis;
•           Loções micelares;
•           Sabonetes suaves.

Para hidratação, escolha cremes leves, que reduzem consideravelmente o aspecto brilhante do rosto.

Finalmente, use produtos para esfoliação da pele oleosa, uma vez por semana, para limpar profundamente as impurezas.

Descubra também:
•           O que é pele oleosa?
•           Problemas associados à pele oleosa
•           A evolução da pele oleosa ao longo dos anos

A importância da saúde da sua pele

ROC® possui uma linha completa de produtos para atender cada tipo e necessidade de pele. Com eles, você mantém o cuidado diário para promover a saúde de sua pele.
Sempre surpreendente, ROC® inova mais uma vez. Com novidades desde a embalagem, desenvolvida para facilitar a aplicação, até a tecnologia moderna com anti-idade, ainda mais completa para cada tipo de pele. A nova textura dos produtos também chama a atenção e revoluciona o mercado de dermocosméticos com mais opções de tratamento.
ROC® MINESOL® OIL CONTROL Dupla ação anti-brilho: redução e controle da oleosidade da pele.
Dermatologicamente testado, o protetor solar MINESOL® OIL CONTROL oferece benefícios a mais para sua pele. Com ultraproteção contra raios UVA e UVB, a linha protege também contra a luz visível, além de controlar a oleosidade da pele. Uma ótima opção para quem busca uma pele protegida e saudável em todos os sentidos.