Flacidez da Pele

Flacidez

X
  • Flacidez
  • O que podemos chamar de flacidez facial?
  • Por que a pele fica flácida?
  • Os diferentes efeitos da flacidez facial
  • Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida
Flacidez

Ao longo dos anos, o formato oval do rosto perde a sua firmeza e tonicidade. Primeiro, a pele começa a se distender um pouco, depois começa progressivamente a ceder, causando flacidez no rosto. Certas áreas, como as bochechas, onde a pele está longe do osso, são especialmente afetadas. A pele flácida tem a aparência geral de um rosto cansado, marcado pela idade. Como podemos explicar esta flacidez? Ela pode ser corrigida ou interrompida?

Resumo:
•           O que podemos chamar de flacidez facial?
•           Por que a pele fica flácida?
•           Os diferentes efeitos da flacidez facial
•           Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida

Referências:
Dicionário de Ciências Médicas, volume 47:
http://books.google.fr/books?id=ZgIUAAAAQAAJ&pg=PA441&dq=le+rel%C3%A2chement+cutan%C3%A9&hl=fr&sa=X&ei=OKbZUqemC8HhoASHoYDABg&ved=0CEQQ6AEwAA#v=onepage&q=le%20rel%C3%A2chement%20cutan%C3%A9&f=false

 

O que podemos chamar de flacidez facial?

Com a idade, a pele perde a firmeza, o tônus e a elasticidade e dá ao rosto uma impressão geral de um afrouxamento.

Áreas afetadas pela flacidez facial
O processo de flacidez da pele é lento e profundo: ele começa por volta dos 30 anos de idade e suas consequências sobre o volume do rosto tornam-se visíveis em torno dos 40 anos. A perda do tônus da pele aparece com mais evidência nas pálpebras, na região oval do rosto (bochechas, área nasogeniana) e no colo.

Distensões físicas
A flacidez não é apenas uma consequência do envelhecimento da pele. Ela também pode ser o resultado do excesso de pressão sobre a pele. Por exemplo, quando há perda ou ganho de peso rápido ou frequente. A pele, esticada em excesso ou com muita frequência, perde sua elasticidade.

Perda de volume associada
Ao longo dos anos, a pele não só relaxa, mas também ‘atrofia’, perde volume. Esse fenômeno, que também afeta a gordura, os músculos e o tecido ósseo, provoca a flacidez facial. Por fim, toda estrutura do rosto é radicalmente alterada.

Descubra também:
•           Por que a pele fica flácida?
•           Os diferentes efeitos da flacidez facial
•           Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida

Referências:
Dicionário de Ciências Médicas, volume 47:
http://books.google.fr/books?id=ZgIUAAAAQAAJ&pg=PA441&dq=le+rel%C3%A2chement+cutan%C3%A9&hl=fr&sa=X&ei=OKbZUqemC8HhoASHoYDABg&ved=0CEQQ6AEwAA#v=onepage&q=le%20rel%C3%A2chement%20cutan%C3%A9&f=false

http://papidoc.chic-cm.fr/580vieilliphysio.html

Por que a pele fica flácida?

Para entender o processo da flacidez da pele, você deve aprender sobre a estrutura desse órgão: a pele é composta por células que ficam em uma matriz extracelular, uma espécie de colchão que permanece firme enquanto seus componentes permanecerem sólidos e em uma quantidade suficiente.

Colágeno e elastina

Esta matriz contém, principalmente:

• Fibras de colágeno:
Criada por fibroblastos, elas formam uma densa rede e são responsáveis pela resistência da pele ao estiramento e tensão.

• Fibras de elastina:
Também produzidas pelos fibroblastos e ligadas em rede, elas conferem elasticidade à pele e também resistência à tensão.

Por anos, as fibras de colágeno e elastina se renovam continuamente e mantêm uma boa qualidade, o que lhes permite exercer seu papel sem dificuldades. Mas, à medida que o tempo passa, elas se tornam frágeis e sua síntese diminui. Em consequência disso, a rede das fibras fica menos sólida e menos densa. A pele, menos firme, acaba ficando relaxada e o rosto assume um aspecto frouxo.

Fatores associados à flacidez da pele

O fenômeno natural para a diminuição das fibras de colágeno e elastina é intensificado por fatores ambientais:

• Ganho de peso rápido e excessivo;
• Distensão repetida da pele;
• Gravidade;
• Dependência de nicotina, que promove a produção de radicais livres que causam alterações nas fibras de colágeno e elastina.

Ao modificar determinados fatores, você tem a chance de retardar a flacidez da pele.

Descubra também:
O que podemos chamar de flacidez facial?
Os diferentes efeitos da flacidez facial
Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida

Referências:
A Matriz Extracelular e Envelhecimento Vascular, de Marie-Paule, Jacob. Síntese Comentários. Medicina/Ciência 2006; 22 : 273-8:
http://www.chups.jussieu.fr/polys/capacites/capagerontodocs/annefondamentale/VieillissementMEC1.pdf

Apostila de Prépa:
http://www.poly-prepas.com/images/files/Chapitre%2010%20Cellules-Matrice%20extracellulaire.pdf

Pare de Fumar - Website do Instituto de Medicina Social e Preventiva Suíça:
http://www.stoptabac.ch/fr/FAQ/faq_24.html

Os diferentes efeitos da flacidez facial

O processo da flacidez na pele é o mesmo sobre toda superfície do corpo e é o mesmo para todas as pessoas. A única diferença que existe entre as pessoas se deve à sua herança genética, que determina a capacidade de o corpo administrar seu estoque de colágeno e elastina, o que garante a firmeza e a elasticidade da pele.

As várias consequências da pele flácida

As consequências da pele flácida se manifestam por si só de várias formas, de acordo com as áreas na qual ela ocorre. Este processo pode causar ou fazer parte de fatores como:

·       A flacidez no formato oval do rosto;
·       O aparecimento de rugas;
·       O aprofundamento das rugas estáticas;
·       A formação de sulcos nasolabiais;
·       O aparecimento de bolsas sob os olhos

Descubra também:
•           O que podemos chamar de flacidez facial?
•           Por que a pele fica flácida?
•           Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida

Referências:
A Matriz Extracelular e Envelhecimento Vascular, de Marie-Paule Jacob. Síntese Comentários. Medicina/Ciências 2006 ; 22 :273-8:
http://www.chups.jussieu.fr/polys/capacites/capagerontodocs/annefondamentale/VieillissementMEC1.pdf

Apostila de Prépa:
http://www.poly-prepas.com/images/files/Chapitre%2010%20Cellules-Matrice%20extracellulaire.pdf

Alterações subcutâneas que agravam os efeitos da pele flácida

A flacidez na pele provoca alterações profundas no volume do rosto. Essas marcas podem ficar ainda mais visíveis, pois a pele flácida está associada a fatores subcutâneos: perda de volume, de gordura, de músculo e de osso.

A evolução da gordura facial
De fato, juntamente com a perda da firmeza da pele, um pouco da gordura existente nas camadas subcutâneas pode atrofiar e ficar deslocada por conta dos efeitos da gravidade, fazendo surgir os sulcos nasolabiais e as bolsas sob os olhos.

Os músculos e o envelhecimento
Com o passar do tempo, os músculos faciais se tornam mais rígidos e se retraem, devido a ações repetidas, provocando o aparecimento de rugas, como as linhas de expressão. A expressão facial pode, às vezes, ser modificada por isso: este é o caso de pessoas cujos cantos da boca crescem flácidos deixando-as com um ar descontente.

A estrutura do rosto
À medida que o tempo passa, até mesmo os ossos são afetados. O peso do osso diminui, causando um declínio na massa muscular e o rosto perde seu formato redondo.

O osso malar (situado no local onde você aplica o blush) é reabsorvido, causando a queda dos tecidos.

Por fim, toda estrutura do rosto é modificada.

Descubra também:
•           O que podemos chamar de flacidez facial?
•           Por que a pele fica flácida?
•           Os diferentes efeitos da flacidez facial

Referências:
A Matriz Extracelular e Envelhecimento Vascular, de Marie-Paule Jacob. Síntese Comentários. Medicina/Ciências, 2006; 22 :273-8:
http://www.chups.jussieu.fr/polys/capacites/capagerontodocs/annefondamentale/VieillissementMEC1.pdf

Apostila de Prépa:
http://www.poly-prepas.com/images/files/Chapitre%2010%20Cellules-Matrice%20extracellulaire.pdf